header_nov2.png
Baccanews
LOGO COLORIDA_FUNDO ESCURO.png
Abril
2022
daniel.png
Fala, Heliópolis!

O Instituto Baccarelli tem como missão formar indivíduos que entendam e desenvolvam suas capacidades e potencialidades para serem o que desejarem, através da educação e da disciplina aliadas a caminhada de crescimento.

Por isso, nessa edição de abril, trazemos a história de Daniel Rocha, aluno do Instituto há mais de 10 anos e contrabaixista da Orquestra Sinfônica Heliópolis, que acaba de ser aprovado na faculdade de música na Unesp.

Conheça mais essa trajetória que nos enche de orgulho.

balao limpo.png
balao limpo.png
aspa_L.png

Meu primeiro contato com o Instituto foi em uma apresentação do coral na minha escola e, desde lá, a música faz parte de mim.

Comecei no coral aos 9 anos. Antigamente, existia uma apresentação dos instrumentos aos alunos. Desde aquele dia eu sabia que eu queria o contrabaixo e, menos de um ano após ingressar ao Instituto, iniciei as aulas do instrumento.

Alguns anos depois, eu entrei na Orquestra Infanto-Juvenil. A partir daí, comecei a entender como funciona uma orquestra. Segui para a Orquestra Juvenil e, atualmente, estou na Orquestra Sinfônica Heliópolis. Durante esses anos tocando nas orquestras do instituto, eu tive oportunidades incríveis, como tocar com solistas de alta qualidade, cantores famosos e de fazer diversas viagens que guardo na memória.

Ainda aluno do coletivo de contrabaixo, eu tive a oportunidade de fazer com meus colegas uma apresentação na Unesp, que ficou registrada como um acontecimento muito marcante para mim.

Hoje, eu retorno à Unesp, mas como aluno! Estou muito feliz em ter sido aprovado e por poder estudar em uma faculdade de música. E tudo isso graças ao Instituto Baccarelli, ao meu professor Daniel Danzi, à minha família e todos meus colegas, que esses anos todos sempre estiveram ao meu lado.

aspa_R.png
barra_verde.png
DESTAQUES MARÇO
concerto1.png
bordazul.png
OSH, regida por Isaac Karabtchevsky, traz emoção
         e intensidade para primeiro concerto da Temporada 2022

Uma noite de tirar o fôlego. Assim pode ser resumido o primeiro concerto do ano realizado pela Orquestra Sinfônica Heliópolis, regida por seu maestro titular e diretor artístico Isaac Karabtchevsky, ao lado do pianista Marcelo Bratke, em uma noite repleta de importantes interpretações.

A emoção da noite não ficou apenas por conta da intensidade das interpretações. Durante o evento, o maestro Isaac Karabtchevsky demonstrou sua alegria e emoção por estar regendo no Clube Hebraica, local de muito afeto para ele. Além disso, os espectadores puderam se encantar com as explicações consistentes do jornalista Irineu Perpetuo sobre as duas obras apresentadas, enriquecendo ainda mais a experiência de todos.

O evento foi transmitido ao vivo para aqueles que não puderam comparecer presencialmente. O concerto encontra-se na íntegra no canal do Youtube do Instituto Baccarelli.

bordazul.png

O concerto, realizado no dia 19 de março com ingressos esgotados para plateia presencial, aconteceu no Teatro Arthur Rubinstein do Clube Hebraica, com capacidade de 500 lugares.


O repertório, repleto de obras marcantes e emblemáticas, apresentou o quinto
e último concerto para piano de Ludwig Van  Beethoven, apelidado extraoficialmente de Imperador, e a Sinfonia nº 4, Op. 90, intitulada de Italiana,
de Felix Mendelssohn-Bartholdy.

concerto2.png
O primeiro passo da transformação

O termo musicalização tem 30 anos de existência e também é conhecido como iniciação musical, educação musical e sensibilização. Como a última nomenclatura já diz, tem como um dos objetivos sensibilizar crianças através do som, do ritmo
e do canto, e apropriá-las por meio da ludicidade sobre os elementos básicos
da música.

As aulas de musicalização infantil utilizam os princípios fundamentais dos pedagogos musicais de primeira e segunda geração, tais como: Dalcroze, Orff, Kodàly, Willems, Schaffer e Koellreutter. Elas dão suporte ao aprendizado de forma ampla, utilizando primordialmente a linguagem musical como fio condutor. Para isso, as turmas contam com exercícios corporais, vocais, de escuta ativa e percepção de timbres diversos; discriminação auditiva referente às propriedades do som; ritmos
e melodias diversas; aprendem sobre músicas de todo o mundo, eruditas, populares e folclóricas.

borda-vermelha.png

Entenda a importância da musicalização infantil

para o desenvolvimento dos alunos no Instituto Baccarelli

musicalizacao2.png
musicalizacao3.png
borda-vermelha.png

No Instituto Baccarelli, as crianças começam nas turmas de musicalização a partir dos quatro anos de idade. Genny Chaves, professora de musicalização infantil na instituição desde 2012 e educadora desde seus 14 anos, afirma que o primeiro contato dessas crianças é a sensibilização. “Trabalhamos com o universo lúdico da faixa etária, recebendo o que eles nos trazem e transformando, lapidando e vivenciando os elementos da música através do corpo.”, explica a educadora.

Desde 2014, Genny Chaves participa do programa Descubra a Orquestra, da Sala São Paulo, na formação de professores da rede estadual, municipal e particular, levando a música de concerto para crianças e jovens por meio da musicalização e sensibilização auditiva. De acordo com ela, aos cinco anos de idade, a criança efetiva esse conhecimento com exercícios mais elaborados, a partir da coordenação e habilidades trabalhadas. Um ano depois, cria-se a possibilidade fazer a transição de uma leitura rítmica mais lúdica e informal para uma mais efetiva, sempre respeitando e contribuindo com o processo de alfabetização da faixa etária.

Ao fazer parte das turmas, as crianças desenvolvem a capacidade auditiva e corporal com exercícios rítmicos e melódicos,
de coordenação motora, lateralidade e organização espacial. Além disso, as aulas promovem a criatividade e o exercício da coletividade; introduzem o trabalho de execução rítmica e melódica com instrumentos musicais e iniciam o aprendizado das figuras rítmicas. As crianças aprendem a reconhecer e aprender sobre todo o universo musical, como segurar corretamente os instrumentos de percussão da banda rítmica e ter contato com a música erudita, expandindo o repertório musical e cultural.

“O trabalho de musicalização no Instituto Baccarelli é muito especial, porque, por meio da música, podemos contribuir para a formação e a transformação de crianças, que tem nas aulas, na escola e no trabalho desenvolvido uma experiência única e uma chance de mudança, de esperança e de visão de mundo. Nos encontros com os pais, nas apresentações das aulas abertas, sempre falo: 'Que bom que seus filhos estão aqui! Aproveitem essa porta aberta, pois este universo musical nos leva longe.” Comenta Genny Chaves que deseja ver seus pequenos trilhando um caminho de superação dentro do Instituto, passando por todos os níveis musicais.

OJ2.png
roda-verde.png
roda-verde.png
Orquestra Juvenil Heliópolis retorna suas atividades

No dia 7 de março, a Orquestra Juvenil Heliópolis voltou a se encontrar para iniciar seus ensaios. Depois de uma pausa de quase dois anos por conta da pandemia de COVID-19, instaurada no Brasil em março de 2020, a OJH teve processo seletivo aberto entre fevereiro e março para avaliar e formar seu corpo musical.

Para Edilson Ventureli, diretor executivo do Instituto Baccarelli e regente titular da OJH, é animador ver o retorno de um grupo de jovens capazes de fazer grandes entregas. “Alguns anos atrás, a Orquestra Juvenil Heliópolis era convidada para grandes eventos musicais. Já fomos para o Rock in Rio, participamos da turnê do Andrea Bocelli e muitos outros.”, lembra.

A OJH é composta por 67 jovens ainda em formação musical, cheios de energia e dispostos a elevar seus níveis musicais por meio de ensaios e aulas. Mas a empolgação não fica apenas com os alunos. Professores, regentes e até os colaboradores aguardam ansiosos o próximo passo: o retorno para os palcos.

“Os ensaios voltaram e estamos otimistas de que logo poderemos ver a Orquestra Juvenil Heliópolis nos palcos. É importante que se dê um passo de cada vez para a excelência musical não ser perdida. O que assistimos no palco é o resultado de muito esforço, dedicação e estudo de cada jovem, mas não somente deles. Professores, maestro, regente preparador, todos são importantes para que tudo saia do jeito certo”, comenta Edilson Ventureli.

A Orquestra Juvenil Heliópolis é o último passo antes do aluno chegar à Sinfônica Heliópolis, grupo mais avançado do Instituto Baccarelli. Por isso, as exigências de ensaios, avaliações e responsabilidades são tão fortes.

Para mais informações e novidades sobre a OJH, acesse o site do Instituto Baccarelli
e acompanhe nossas redes sociais.

curvazul_edited.jpg
Girl Power: alunas do Instituto Baccarelli participam
de programa educacional da Mastercard

No dia 8 de março, dia internacional das mulheres, cerca de 20 alunas do Instituto Baccarelli, com idades entre 8 e 12 anos, participaram de um treinamento online para fomentar o interesse nas áreas de ciências e tecnologias. Chamado Girls4Tech,
o programa educacional da Mastercard é projetado para meninas em todo o mundo e visa inspirá-las a desenvolver habilidades para se tornarem as líderes de amanhã.

curvazul_edited.jpg

Aproveitando a experiência de seus funcionários em tecnologia em meios de pagamentos, a Mastercard traz programa prático baseado em pesquisas que conecta os fundamentos do negócio aos princípios da ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM, da sigla em inglês) e mostra às meninas que tipos de interesses e habilidades são necessários para buscar uma carreira nessas áreas.

O evento foi disponibilizado em dois horários para que as alunas pudessem escolher o que melhor se encaixaria com suas grades escolares. Cada sessão teve cerca de 40 minutos, incluindo um momento de boas-vindas, duas estações de atividades com interação e um encerramento. Os grupos de meninas passaram cerca de 15 minutos em cada estação, que contou com duas mentoras da Mastercard e pôde ser acompanhado pelos responsáveis pelas meninas.

girls4tech.png

O Girls4Tech é gratuito e apresenta currículo baseado em padrões globais de ciência e matemática, além de ser criado
em conjunto com os melhores engenheiros e tecnólogos. Ele mostra as tecnologias Mastercard: algoritmos, criptografia, detecção de fraude, análise de dados, convergência digital e o poder da rede conectada.

Ao todo, o programa já alcançou mais de 540mil meninas em 27 países, sendo traduzido em 11 idiomas e expandido para mais quatro novos programas.

Agradecemos a Mastercard pela parceria e a oportunidade de apresentar novas possibilidades de futuro para nossas alunas.

Nossa transformação em destaque

Em março, a série Sem Medo de Sonhar, do Jornal da Band, dedicou dois episódios
para apresentar o Instituto Baccarelli e todo o seu trabalho social na favela de Heliópolis, que há mais de 25 anos transforma a vida de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social através da educação musical gratuita.

Em seu primeiro episódio, a reportagem mostrou um pouco sobre a história
da instituição, o processo pedagógico, a relação dos alunos com a música e seu poder transformador. Já no segundo, foi apresentado como o Instituto combina a exigência musical à necessidade social, dando a oportunidade para muitos alunos
se profissionalizarem na área da música.

O resultado do material ficou impecável. Confira na íntegra o primeiro
e o segundo episódios.

borda-vermelha.png
band.png
borda-vermelha.png
curvavermelha_edited.jpg
Web série do banco BV, com participação do Instituto
Baccarelli, ganha Prêmio Notáveis CNN 2022

A iniciativa do banco BV de instalar mais de 140 painéis solares em quatro instituições, sendo o Instituto Baccarelli
um dos projetos sociais contemplados, está rendendo bons frutos. O projeto que criou a websérie Compensa Ser Solar ficou entre os três finalistas do Prêmio Notáveis CNN 2022 na categoria Meio Ambiente, saindo grande vencedor. A cerimônia
de premiação foi transmitida nos canais da CNN no dia 20 de março.

“Além de saber que ajudamos organizações, como o Instituto Baccarelli, a diminuir custos com energia elétrica, essa iniciativa impacta positivamente todos os envolvidos, conscientizando e apresentando mudanças sustentáveis não só para as instituições, mas para todas as

curvavermelha_edited.jpg
interttie-grupo.jpg
notaveis.png
notaveis2.png

comunidades que elas atendem. Ver a websérie ser premiada traz uma nova e importante visibilidade para escolhas mais sustentáveis e para as quatro organizações que foram contempladas com as placas solares.” Comenta Tiago Soares, gerente de sustentabilidade do banco BV.

Graças à parceria com o Banco BV, o Instituto Baccarelli passou a gerar energia limpa e sustentável para tocar a música que transforma a vida
de famílias de Heliópolis, conseguindo economizar até 95% em energia elétrica. Ao todo, 54 placas foram instaladas, gerando uma economia
de mais de 12mil reais nos primeiros dois meses de uso.

Para Edilson Ventureli, diretor executivo da instituição, “é uma honra fazer

parte de uma iniciativa que traz grande mudança para nós e outras organizações

do país, além de abrir portas para que a favela de Heliópolis também conheça o poder do sustentável.”

O Prêmio Notáveis CNN 2022 está em sua segunda edição e é dividido em nove categorias: diversidade, responsabilidade social, tecnologia, inovação, meio ambiente, agronegócios e alimentos, educação, saúde e personalidade do ano. Além de trazer visibilidade às iniciativas que fizeram a diferença no ano passado, evidenciam histórias, oferecendo a oportunidade
de impactar milhares de pessoas a partir de uma grande divulgação nas diferentes plataformas da CNN Brasil.

notaveis3.png
Background slides_9.jpg
Eventos de março
paulistao.png

Crédito: Agência Paulistão

borda-verdagua_edited.png
Pelos palcos da cidade

O final do mês de março proporcionou importantes apresentações para os grupos artísticos do Instituto Baccarelli. Ao todo, quatro eventos contaram com apresentações do Coral Jovem, a Camerata feminina e músicos da instituição.

borda-verdagua_edited.png

No dia 22 de março, o Coral Jovem, grupo mais avançado do programa de canto coral do Instituto Baccarelli, teve a oportunidade de se apresentar no Aliança Prime 2022, da Danone, dedicado ao reconhecimento de empresas de varejo parceiras da marca. Aqueles que estavam presentes no evento, realizado no Theatro Municipal de São Paulo, puderam se encantar com a atuação do Coral, que apresentou um repertório rico e diverso interpretado por 20 coralistas.

Dois dias depois, foi a vez dos convidados do lançamento da série Halo, da Paramount, se encantarem com o Coral Jovem, composto nesse momento por 40 coralistas que intepretaram a música tema da série.

camerata.png

No penúltimo dia do mês, dia 30, a Secretaria Municipal de Educação (SME) e suas frentes em comemoração ao Dia Internacional da Mulher contaram com a apresentação da Camerata Feminina do Instituto Baccarelli para encerrar evento Março Mulher. Com formação exclusiva para a ocasião – seis violinistas, duas violistas, duas violoncelistas e uma contrabaixista –, a camerata trouxe em seu repertório obras de Mozart e Carlos Gomes.

Considerado o estadual mais valioso do Brasil, os dois jogos da decisão do Paulistão contaram com a apresentação de violinistas do Instituto Baccarelli nas cerimônias de abertura. Viviane Queiroz, Cristiano Scaglioni e Fernando Gomes interpretaram o Hino do Futebol Paulista, que foi gravado pela Orquestra Sinfônica Heliópolis na sede do Instituto em 2020 pelo projeto Orquestra em Jogo, idealizado pelo saudoso

Gilberto Dimenstein.

curva-laranja.png
Instituto Baccarelli participa de lançamento
da bola da Copa do Mundo de 2022
curva-laranja.png

Na última semana de março, dia 30, o Quinteto de Metais do Instituto Baccarelli participou do lançamento da bola da Copa do Mundo 2022. O evento foi organizado pela Adidas em parceria com a Central Única de Favelas (CUFA), que anunciou também a revitalização do campo que passa a se chamar Arena Heliópolis, patrocinada pela marca.

A ação conjunta da marca e da CUFA visa incentivar o acesso ao esporte em comunidades locais, além de fomentar o apoio social, com a doação mensal de cestas básicas e outras ações que contam com o envolvimento da comunidade. A Adidas também ressaltou a doação de produtos esportivos e ações periódicas ao longo de todo o ano.

Evento realizado pela Adidas em parceria com a CUFA

promoveu acesso ao esporte em comunidades locais

cufa-copa.png

O evento contou com a participação dos ex-jogadores de futebol Zé Roberto, Adriano Imperador, Lúcio, Dunga e Paulo Sérgio, além do medalhista olímpico Arthur Zanetti, a atleta de vôlei Tifanny e o medalhista paraolímpico Daniel Dias.

Além de São Paulo, a bola também viajará até lugares como Dubai, Tóquio, Shanghai, Cidade do México e Nova York.

Background slides_1.jpg
AGENDA
agenda2.jpg
barra_amarela.png
Frente Social - Doações
Doações de Março
doacao2.png

Há dois anos, quando se instaurou a pandemia de COVID-19, o Instituto Baccarelli percebeu a urgente necessidade de criar uma frente que pudesse dar suporte para as famílias de nossos alunos em situação
de vulnerabilidade social, através da distribuição de alimentos
e cestas básicas.

Apesar da preocupação com a diminuição no número de doações
de alimentos, continuamos com nosso compromisso, que tem feito
a diferença no dia a dia de muitas famílias que seguem enfrentando
o desemprego, a alta dos custos de vida e todas as demais dificuldades que a pandemia e a crise econômica trouxeram para a vida de todos
os brasileiros.

Com a parceria de empresas e organizações como Sesc Mesa Brasil, Horas da Vida e Drogasil, além de todas as doações de pessoas físicas que apoiam nossos projetos, pudemos arrecadar e distribuir durante o mês de março:

- Cestas básicas 
- Chocotones e bolachas
- Kombuchas

Por aqui, seguimos #TocandoJuntosPorHeliópolis!

doacao1.png

No total, foram doadas 823,7 toneladas  de alimentos desde 2020, atendendo a mais de 3.243 pessoas
a cada entrega.  

Mas ainda há muitas pessoas necessitando de ajuda,

até mesmo para se alimentarem.

Se você pode contribuir, clique ao lado e escolha uma forma de doação.

fala-maestro.png
borda-verdagua.png

Fala, Maestro!

O nosso compromisso é atender os alunos e suas famílias através de um trabalho social e educacional. Dando continuidade a nossa missão, tivemos mais um mês repleto de atividades pensadas para o desenvolvimento pessoal de cada um deles, eventos que enriquecem o currículo de cada um dos jovens que fazem parte dos nossos grupos musicais, além dos constantes ensaios e oportunidades de aprendizado oferecidos para aqueles que escolheram a música como caminho para seguir profissionalmente.

borda-verdagua_edited.png

Na área social, continuamos com atendimentos importantes e essenciais para toda a família e base de apoio dos nossos
alunos, inclusive, com cuidados para saúde mental por meio de parcerias importantes que ampliam a força da nossa
atuação transformadora.

Além disso, distribuímos mais de quatro toneladas de alimentos e itens de primeira necessidade em março. Apesar de ser uma quantidade relevante, se compararmos com números de meses anteriores, apresenta grande redução nas doações.

Por isso, deixamos aqui nosso imenso agradecimento a todas as empresas parceiras e doadores individuais que ajudam nessa entrega que leva alimento para casa de centenas de famílias da favela de Heliópolis. Aproveitamos, também, para reforçar que seguimos recebendo doações para atender ainda mais famílias de Heliópolis que enfrentam a realidade do desemprego e a crise socioeconômica, agravada em todo país desde março de 2020 com o anúncio da pandemia.

NOSSOS PARCEIROS: